mulher olhando assustada ao celular

 

1- Cristiane Brasil mentiu idade no Happin

 

Logo no início de 2018, alguns jornais noticiaram que Cristiane Brasil, filha do ex-deputado e presidente do PTB, Roberto Jefferson, mentiu a idade em uma rede de relacionamentos. Em seu perfil no Happn, aplicativo de relacionamento similar ao Tinder, a parlamentar disse ter 30 anos, quando, na verdade, completou 43 em dezembro de 2017.

 

2- “O comilão” dos apps de paquera

 

O homem usava apps e sites de relacionamento para jantar e sair correndo sem pagar. “O comilão ainda tentou roubar e extorquir, entre outros crimes. Foi o que aconteceu com pelo menos sete mulheres nos Estados Unidos.

 

3- Ciro Gomes Sugar Daddy do Brasil

O site de sugar daddies Universo Sugar, conferiu alguns tuites de internautas que chamaram Ciro Gomes de Sugar Daddy do Brasil. O fato repercutiu nos jornais, redes sociais, e grupos LGBTQ+. Tudo isso em razão da sua principal proposta de campanha batizada como “Projeto Nome Limpo”, que visava ajudar os brasileiros que estão com o ‘nome sujo’, a quitar seus débitos junto ao SPC.

“Sugar Daddy”, é uma expressão utilizada para definir homens mais velhos que sustentam financeiramente mulheres mais jovens.

 

4- Campanha política no Tinder

 

O então candidato a época a deputado federal Felipe Oriá (PPS-PE), apelou para o Tinder para conquistar eleitores. O pré-candidato alegou que, o flerte político foi uma estratégia para engajar simpatizantes, em vez de bombardear adeptos de redes sociais com propaganda eleitoral.

 

5- “A Loba do Tinder”

 

Patrícia Pereira ganhou o noticiário nacional como a “Loba do Tinder”. A jovem usava o aplicativo de relacionamento para aplicar golpes. Os investigadores calculam que ela tenha enganado mais de 100 homens. Entre as vítimas, estão empresários, DJs e policiais.

A “Loba do Tinder” estava foragida desde maio e foi presa no mês passado em Brasília.

 

Serviço:

 

Universo Sugar: www.universosugar.com